NOTÍCIAS
compartilhar este link
Notícias pelo mundo

06/12/2019 16:45:44
Notícias pelo mundo

29/11/2019 16:49:04
Clima favorece pomares

08/02/2019 11:36:47
Greening perto de zero

21/05/2018 11:12:28
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
17/09/2019
Colheita de citros na Espanha deve cair 17%

Fresh Plaza 17/09/2019 - Estimativa da campanha é de 6,2 milhões de toneladas de frutas cítricas


O Ministério da Agricultura, Pesca e Alimentação da Espanha, sediou hoje em Madri uma reunião com o setor cítrico para apresentar a capacidade de colheita da campanha iniciada no começo de setembro. Os dados são realizados pelo monitoramento do Ministério das importações de Frutas cítricas da União Europeia, bem como as declarações da Política Agrícola Comum (PAC) sobre variedade e ano de plantio de árvores.

No âmbito do cumprimento do Plano de Medidas adotado para este setor no início de abril e em termos de capacidade, a estimativa para a campanha 2019/2020 é de 6,27 milhões de toneladas de frutas cítricas, cerca de 17% abaixo do ano passado e 8% abaixo da média das últimas 5 campanhas.

Já se tratando da fiscalização nas importações de citros, os volumes importados na última campanha da União Europeia foram inferiores aos da campanha anterior como resultado de uma campanha de alta produção na Espanha.

Informações sobre variedades e ano de plantio

Segundo do Fresh Plaza, é a primeira vez que informações sobre variedade e ano de plantio de árvores que em breve serão concluídas com dados de Registro Geral de Explorações (REGEPA), estão disponíveis. Isso faz com que o Ministério ofereça informações relevantes, permitindo ao setor desenvolver estratégias e melhorar o planejamento e o monitoramento de campanhas. 

Com essas ações, que se juntam a outras já iniciadas e algumas já concluídas, o MAP continua a trabalhar no Plano de medidas aprovadas para o setor cítrico espanhol, ajustando-se aos prazos planejados e cumprindo seus compromissos com relação a esse setor.

O Plano, aprovado em 2 de abril com o setor e as comunidades autônomas, possui um total de 16 medidas destinadas a ajustar a oferta, melhorar a estrutura e promover a internacionalização do setor com o objetivo de revitalizar o mercado de citros e garanta o seu futuro.